sábado, 2 de outubro de 2010

Shia: 'Tentamos reforçar a inocência em um público indisposto'


Apesar de o quarto filme de Indy ter arrecadado a segunda maior bilheteria de 2008, Shia LaBeouf não ficou feliz com o resultado final. É raro encontrar um ator disposto a criticar abertamente um projeto anterior, especialmente quando ele foi feito pelo lendário diretor Steven Spielberg. E Shia, que interpretou o filho há muito perdido de Indiana Jones no filme, admitiu que estava preocupado em estragar tudo novamente com Wall Street 2.

Leia Mais...

Em uma entrevista ao TheSun, Shia ataca seu papel no último Indiana Jones e comenta sobre seu passado conturbado, quando dinheiro era escaço e seu pai era traficante de drogas.

"Eu já estive envolvido em um filme onde eu senti que deixei a bola cair sobre o legado, e eu fazia parte disso. E então você pula em uma situação com nomes de peso, apenas um legado mais forte. Você deixa cair a bola duas vezes e está tudo acabado para você."

"Em Indiana Jones eu me senti como se estivesse rotulado. Eu não tinha carne suficiente para mastigar, e fui colocado ali por razões. Foi como se estivéssemos tentando reforçar inocência em um público que não estava disposto. Você não pode forçar isto. Eu amo Steven, ele é como um pai para mim, eu morreria por ele."

Shia acha que se conectou mais a um nível pessoal com Oliver Stone do que com Spielberg porque o cineasta, um veterano do Vietnã, entendeu seus sentimentos "negros". "Eu conheci Oliver em um lugar muito, muito sombrio e eu precisava de Oliver para me tirar de lá. Steven não poderia me ajudar. Steven nunca passou pelas coisas que eu estava passando. Há diferentes caminhos na vida. Steven é muito inocente. Eu amo ele, mas ele não poderia me dar orientação porque ele não entenderia."

0 comentários:

Postar um comentário

 

©2009/2013 Indiana Jones Brasil - Alguns direitos reservados | Nomes, imagens e outros são marcas registradas dos seus proprietários.